Hyundai HB20 atinge a marca de 1 milhão de carros no Brasil

Um dos modelos preferidos dos brasileiros, o Hyundai HB20 atingiu a marca de 1 milhão de unidades vendidas no País. O exemplar de número 1 milhão foi entregue pela autorizada Sevec, em Curitiba. A compradora foi a professora universitária Carolina Camargo de Oliveira. Ela escolheu a versão Premium 1.6, com câmbio automático, na cor cinza, e recebeu brindes e uma placa comemorativa.

O Hyundai HB20 foi apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro de 2012. Foi o modelo que iniciou a operação da Hyundai Motor Brasil.

Ele deu origem a uma família, composta também pelo sedã HB20S e pela versão com apelo aventureiro HB20X. É produzido em Piracicaba (SP), junto com o SUV Creta.

Em agosto de 2018, a fábrica de Piracicaba comemorou a marca de 1 milhão de carros produzidos em suas instalações, entre HB20 e Creta. Nessa ocasião, os dois modelos ganharam uma série especial limitada a 4.500 unidades (2 mil para o Creta, 1.200 para o HB20 hatch e 1.300 para o sedã).

Em sete anos de mercado, o HB20 teve apenas uma atualização de meia vida.

Nela, a mudança mais visível foi no desenho da grade dianteira. Além disso, vieram incontáveis séries especiais. Agora, o modelo se prepara para receber uma reformulação visual mais significativa. Ela será apresentada no segundo semestre deste ano.

Hyundai HB20 deverá mudar sem revolucionar

Ainda que a marca possa apresentá-lo como uma “nova geração”, o próximo HB20 não mudará tanto. Ele manterá a plataforma já usada atualmente e o facelift não mudará a essência do modelo. Afinal, o HB20 atual é bem resolvido nesse aspecto e agradou o consumidor brasileiro.

O principal aperfeiçoamento será no espaço interno. Isso será feito com a ampliação da distância entre-eixos em alguns centímetros. O objetivo é claro: fazer frente a VW Polo e Fiat Argo.

Os dois modelos – que não estavam no mercado quando o HB20 foi lançado – são amplos para os ocupantes do banco traseiro. E essa sempre foi uma das maiores deficiências do Hyundai.

Na parte mecânica, continuará havendo pelo menos duas opções de motor, além de câmbio manual e automático. O atual propulsor 1.0 aspirado terá melhorias. Acima dele, haverá uma opção mais forte. Pode ser uma versão revista do 1.6 atual, ou um novo 1.0 turbo com injeção direta.