Petróleo fecha em baixa com guerra comercial entre EUA e China no foco

Contratos futuros de petróleo fecharam em queda nesta quinta-feira, 9, pressionados pela piora nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China. O óleo também reagiu a informações de que a produção dos países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) subiu em abril.

 

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do petróleo WTI para entrega em junho fechou em baixa de 0,68%, cotado a US$ 61,70. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o barril do Brent para julho fechou estável, em leve alta de 0,03%, para US$ 70,40.

 

Na noite de quarta-feira, o presidente americano, Donald Trump, disse que anunciou o aumento das tarifas sobre produtos chineses porque a China “quebrou o acordo” comercial que estava sendo elaborado pelos dois países.

 

Na madrugada desta quinta-feira, o Ministério do Comércio chinês reagiu, dizendo que vai lamentar caso as tarifas sejam elevadas amanhã, mas que está pronto para retaliar os EUA caso o país leve adiante as ameaças.

 

Além disso, os investidores também monitoraram estudo da consultoria S&P Global Platts, que indicou que os países membros da Opep elevaram a produção da commodity em 30 mil barris por dia em abril em relação ao mês anterior, na contramão do aperto da oferta anunciado pelo cartel em dezembro de 2018.

 

Please reload

Notícias Recentes

Please reload

Notícias por mês

Please reload

Tags

Please reload

 

Rua Geraldo Flausino Gomes, 42 - 5º andar | Brooklin Novo | São Paulo - SP 04575-060

Tel. (11) 5102-5656 | abrahy@abrahy.com.br

©2018 ABRAHY. criado pela TR2 Art + Design