Tags

Produção de veículos cai 7,3% em agosto em comparação com 2018

A produção de veículos no Brasil caiu 7,3% em agosto ante igual mês do ano passado, informou nesta quinta-feira, 05, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Foram produzidas 269,8 mil unidades no oitavo mês do ano, em soma que considera os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

O número de unidades produzidas em agosto, no entanto, apresenta alta tímida em relação a julho, de 1,1%. No acumulado do ano, de janeiro a agosto, o setor já soma 2,01 milhões de unidades, crescimento de 2% em relação a igual período de 2018.

Na geração de emprego, as montadoras têm apresentado resultados negativos. Em agosto, foram fechadas 512 vagas. Em 12 meses, são 4.366 postos de trabalho encerrados. Hoje, o setor conta com 128.153 empregados, queda de 3,3% em relação ao número registrado em agosto do ano passado.

Em relação a julho, os licenciamentos ficaram praticamente estáveis, com um leve recuo de 0,3%. No acumulado do ano, as vendas chegam a 1,79 milhão de unidades, alta de 9,9% na comparação com igual período do ano passado.

No mercado interno, os números da Anfavea confirmam dados divulgados na segunda-feira pela Fenabrave. A venda para o consumidor brasileiro caiu 2,3% em agosto ante igual mês do ano passado, na primeira queda interanual depois de 27 meses seguidos de alta. Foram 243 mil unidades vendidas. O recuo, contudo, foi influenciado em parte pelo número de dias úteis, uma vez que agosto deste ano teve um dia a mais que agosto do ano passado.

Queda na exportação de veículos brasileiros O recuo no volume produzido se deve à desaceleração da venda de veículos no mercado interno e ao recuo nas exportações, em especial para a Argentina, que tem reduzido a compra de carros brasileiros desde meados do ano passado, em razão do aprofundamento de sua crise econômica. A Argentina é o principal mercado no exterior para veículos brasileiros.

A exportação de veículos, em unidades, caiu 34,6% em agosto ante igual mês do ano passado. Foram 36,7 mil unidades vendidas ao exterior, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. O volume, se comparado a julho, representa queda de 12,8%. No acumulado do ano, a exportação cai 37,9%, para 300,9 mil unidades.

ESTADÃO - 05/09/2019

Exportação de veículos cai 34,6% em agosto ante mesmo mês do ano passado

A exportação de veículos, em unidades, caiu 34,6% em agosto ante igual mês do ano passado, informou há pouco a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). Foram 36,7 mil unidades vendidas ao exterior, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. O volume, se comparado a julho, representa queda de 12,8%.

Os resultados negativos ainda refletem a crise da Argentina, principal mercado no exterior para veículos brasileiros. Os argentinos vivem o aprofundamento de sua crise econômica e, desde meados do ano passado, começaram a reduzir as compras de veículos produzidos no Brasil. No acumulado do ano, a exportação cai 37,9%, para 300,9 mil unidades.

No mercado interno, os números da Anfavea confirmam dados divulgados na segunda-feira pela Fenabrave. A venda para o consumidor brasileiro caiu 2,3% em agosto ante igual mês do ano passado, na primeira queda interanual depois de 27 meses seguidos de alta. Foram 243 mil unidades vendidas. O recuo, contudo, foi influenciado em parte pelo número de dias úteis, uma vez que agosto deste ano teve um dia a mais que agosto do ano passado.

Em relação a julho, os licenciamentos ficaram praticamente estáveis, com um leve recuo de 0,3%. No acumulado do ano, as vendas chegam a 1,79 milhão de unidades, alta de 9,9% na comparação com igual período do ano passado.

 

Rua Geraldo Flausino Gomes, 42 - 5º andar | Brooklin Novo | São Paulo - SP 04575-060

Tel. (11) 5102-5656 | abrahy@abrahy.com.br

©2018 ABRAHY. criado pela TR2 Art + Design