Venda de pneus cresce 11,3% em agosto, mas tem queda de 22% no ano

O mercado de pneus no Brasil segue em processo de recuperação. Em agosto, o setor registrou aumento de 11,3% nas vendas na comparação com julho, segundo o balanço mensal divulgado pela Anip (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos). Apesar da evolução, ainda não há o que comemorar, já que em relação a agosto do ano passado houve retração de 0,4%, com 5,18 milhões de unidades vendidas neste ano, contra 5,2 milhões em 2019. Da mesma forma, houve recuo de 22% no acumulado, com vendas de 30,3 milhões de pneus em oito meses, contra 39,1 milhões de unidades do ano passado.

 

As vendas diretas para montadoras seguem em baixa, com 17,9% a menos do que o registrado em agosto de 2019 (1,2 milhão em 2020 contra 1,4 milhão em 2019), enquanto o mercado de reposição registrou elevação de 6,4%, somando quase 4 milhões de unidades comercializadas em agosto passado, contra 3,75 milhões do mesmo mês do ano anterior. "Seguimos em recuperação principalmente no mercado de reposição, mas ainda temos um longo caminho para alcançarmos os números de 2019", afirmou Klaus Curt Müller, presidente executivo da Anip.

 

O segmento de pneus para veículos de passeio registrou a maior alta no mês, com crescimento de 18,5% em relação ao total de julho; já na comparação com agosto de 2019, a queda é de 4,6%, com 2,8 milhões de unidades vendidas neste ano, contra 2,9 milhões de 2019. Os pneus para comerciais leves também tiveram alta no mês, de 16,7%, mas queda de 0,7% ante agosto do ano passado. Foram comercializados 667 mil modelos em agosto de 2020 e 671 mil em 2019.

 

As categorias de pneus para carga e para moto registraram comportamentos diferentes. O primeiro obteve crescimento de 3,6% em relação a julho e também na comparação com agosto de 2019 (9,6%). O segundo registrou alta quando comparado com o ano passado (5,8%), mas queda de 4,1% em relação às vendas de julho deste ano.

 

A balança comercial do setor de pneus acumula superávit de US$ 117 milhões no período de janeiro a agosto, mas esse valor é 23,2% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, por conta, principalmente, das exportações 34,5% menores. Em unidades, o setor continua com déficit, já que o número de pneus importados (12,2 milhões) ainda foi maior que o de unidades exportadas (6,3 milhões).


    
 Veículo: AUTOMOTIVE BUSINESS 
Editoria: NOTÍCIAS 
Tipo notícia: Matéria
Data: 10/09/2020 

Please reload

Notícias Recentes

Please reload

Notícias por mês

Please reload

Tags

Please reload

 

Rua Geraldo Flausino Gomes, 42 - 5º andar | Brooklin Novo | São Paulo - SP 04575-060

Tel. (11) 5102-5656 | abrahy@abrahy.com.br

©2018 ABRAHY. criado pela TR2 Art + Design