Tags

Setor de implementos acelera ritmo de recuperação em setembro

Os setor de implementos rodoviários aceleraram o ritmo de recuperação das vendas em setembro, somando 85 mil unidades entregues em nove meses de 2020, incluindo carretas e carrocerias sobre chassis, o que representa queda de 4,3% com relação a 2019, segundo dados divulgados na segunda-feira, 5, pela Anfir, associação que reúne os fabricantes. Com este volume acumulado e a tendência de crescimento contínuo nos próximos meses, a entidade já prevê que o resultado poderá repetir o de 2019, superando assim já neste ano a crise provocada pela pandemia de coronavírus.

A associação dos fabricantes de implementos considera que o balanço do mês passado traça uma trajetória descendente de perdas de mercado do setor. "Se mantivermos esse ritmo teremos uma queda anual mais baixa ou até próxima de zero", diz Norberto Fabris, presidente da Anfir.

Embalado pelas cargas do agronegócio, o segmento de implementos pesados, reboques e semirreboques (carretas), é o que vem apresentando o melhor desempenho, que quase já se iguala ao de 2019. Foram vendidas 47 mil unidades de janeiro a setembro de 2020, o que representa leve retração de 1,8% no período. Basculantes e rebocados de carga geral lideram a retomada.

No balanço de emplacamentos divulgado na sexta-feira, 2, pela Fenabrave , associação dos concessionários, que considera apenas as carretas emplacadas, a entidade indicou que faltam produtos no mercado e já prevê para este ano a venda de 65.250 veículos rebocados, o que representará alta de quase 3% sobre 2020. Na projeção anterior, divulgada em julho passado, a estimativa era de queda de 7,6% nas vendas do segmento, algo que a forte demanda do agronegócio tratou de reverter para o campo positivo.

No segmento de implementos leves, carrocerias montadas sobre chassis, o desempenho de janeiro a setembro de 2020 aponta retração de 7%, com 38 mil implementações entregues no período. A categoria de melhor desempenho é o de betoneiras, ligado a construção civil que mostra sinais de recuperação mais rápida este ano.

Se no mercado interno o cenário é de recuperação quase que completa já neste ano, para as exportações os resultados até agora apontam para um ano perdido. De janeiro a setembro os fabricantes de implementos exportaram apenas 1.263 unidades, o que representa forte retração de 33,2% sobre o já deprimido número registrado no mesmo período de 2019.

Veículo: AUTOMOTIVE BUSINESS Editoria: NOTÍCIAS Tipo notícia: Matéria Data: 05/10/2020

 

Rua Geraldo Flausino Gomes, 42 - 5º andar | Brooklin Novo | São Paulo - SP 04575-060

Tel. (11) 5102-5656 | abrahy@abrahy.com.br

©2018 ABRAHY. criado pela TR2 Art + Design