Tags

Hyundai faz entrega comercial de caminhões a hidrogênio

Caminhões movidos a célula de combustível estreiam oficialmente de maneira comercial com a entrega das primeiras sete unidades do Hyundai XCient para clientes suíços. Até o fim do ano outros 43 modelos desembarcarão no país de um total de 1,6 mil até 2025.

Como o primeiro caminhão pesado do tipo produzido em série do mundo, o XCient também marca a estreia de veículos comerciais da marca sul-coreana na Europa. A Hyundai tem feito diversas parcerias com empresas suíças para construir uma cadeia de fornecimento, o que inclui produção de hidrogênio a partir de hidroelétricas, estações de recarga e serviços para o caminhão.

"O Xcient é uma realidade, não um mero projeto de prancheta para o futuro. Ao colocar este veículo na estrada, a Hyundai dá um passo significativo na história dos veículos comerciais e no desenvolvimento do transporte", resume em nota Cheol Lee, vice-presidente executivo e chefe da divisão de veículos comerciais da Hyundai Motor. "Construir um ecossistema abrangente de hidrogênio, onde as necessidades críticas de transporte são atendidas por veículos como o Xcient, levará a uma mudança de paradigma que remove as emissões dos automóveis da equação ambiental."

Os Xcient serão alugados da Hyundai Hydrogen Mobility (HHM), joint venture com a empresa suíça H2 Energy, em esquema de pagamento com base no uso do veículo, sem necessidade de investimento inicial. O plano da marca é também de levar o modelo de negócio em transporte para outros mercados europeus como Alemanha, Noruega, Holanda e Áustria.

"A Suíça é apenas o começo, pois abre possibilidades infinitas para uma mobilidade limpa. Com a entrega bem-sucedida dos primeiros caminhões de célula de combustível Xcient, temos o orgulho de anunciar nosso plano de expansão além da Europa para a América do Norte e China, onde já estamos fazendo um grande progresso", revela Cheol Lee.

De acordo com a Hyundai, a escolha pela Suíça como ponto de partida para o projeto foi uma questão de conta. A legislação do país isenta cobrança de imposto rodoviário a veículos pesados com emissão zero. Assim, os custos de transporte por quilômetro rodado com célula de combustível praticamente se igualam aos gastos com o caminhão convencional a diesel.

O Xcient tem configuração 4×2 e 19 toneladas de peso bruto total, atrelado a reboque do tipo romeu-e-julieta atende até 36 toneladas. É alimentado por um sistema de célula de combustível de hidrogênio de 190 kW no qual há duas pilhas de 95 kW cada. Possui sete tanques com capacidade de armazenamento para 32 kg de hidrogênio. A autonomia é em torno de 400 km com um único abastecimento e o tempo de reabastecimento leva de 8 a 20 minutos.

No trem de força ainda constam bateria de 73,2 kWh, motor elétrico com 350 kW de potência e 3.400 Nm de torque e transmissão automática Allison de seis velocidades.

Além do Xcient, a empresa informa que está desenvolvendo um modelo de cavalo-mecânico para atender operações de longas distâncias, de 1 mil km com uma única carga.

Veículo: AUTOINDÚSTRIA - ONLINE Editoria: NOTÍCIAS Tipo notícia: Matéria Data: 13/10/2020 Autor: Redação AutoIndústria

 

Rua Geraldo Flausino Gomes, 42 - 5º andar | Brooklin Novo | São Paulo - SP 04575-060

Tel. (11) 5102-5656 | abrahy@abrahy.com.br

©2018 ABRAHY. criado pela TR2 Art + Design