Tags

PIB cairá menos de 5%, dizem Guedes e BC

O Banco Central já trabalha com uma retração do PIB inferior a 5% em 2020. Em evento virtual na manhã de ontem presidente da autarquia, Roberto Campos Neto, afirmou que as projeções atuais já indicam um recuo menor que o esperado anteriormente, em meio à pandemia de covid-19. Ele citou a expectativa de uma retração de 4,5% do PIB no ano.

A queda, citada por Campos Neto durante evento do Milken Institute, é inferior ao publicado no último Relatório Trimestral de Inflação (RTI), de setembro deste ano, quando o BC projetou queda de 5% do PIB. No fim de junho, a projeção era de baixa de 6,4%.

O recuo de 4,5% também está abaixo das previsões atuais do mercado financeiro. O Relatório de Mercado Focus, publicado na manhã de ontem indicou que a projeção dos economistas do mercado é de 5% de queda.

De manhã, em outro evento, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que as projeções de mercado estão entre recuo de 5,5% e 5%. "Mas achamos que será menos, uma queda de cerca de 4%", disse o ministro"

Segundo Guedes, o auxílio emergencial salvou "os sinais vitais da economia". "O Brasil gastou 10% do PIB nessa operação de resgate. O gasto foi o dobro dos emergentes, mas sem arrependimento", disse.

Veículo: O ESTADO DE S. PAULO - SP Editoria: ECONOMIA E NEGÓCIOS Tipo notícia: Matéria Data: 20/10/2020 Autor: /FABRÍCIO DE CASTRO, THAÍS BARCELLOS e EDUARDO RODRIGUES

 

Rua Geraldo Flausino Gomes, 42 - 5º andar | Brooklin Novo | São Paulo - SP 04575-060

Tel. (11) 5102-5656 | abrahy@abrahy.com.br

©2018 ABRAHY. criado pela TR2 Art + Design