top of page

Bateria de sódio vai fazer o preço do carro elétrico desabar



Testes avançados em várias partes do mundo mostram que o sódio (muito mais abundante do que o lítio) vai virar o jogo dos elétricos


A maioria dos carros elétricos utiliza íons de lítio para armazenar energia na bateria, mas isso pode mudar radicalmente. Estão cada vez mais avançados os estudos, em várias partes do mundo, para utilização de íons de sódio nas baterias dos automóveis. A perspectiva é que o preço do carro elétrico desabe no mundo inteiro.

Ao contrário do lítio, que só é encontrado em terras raras, o sódio é abundante em todo o planeta (nos continentes e na água dos mares). Por isso, muitos já o consideram um item-chave para o futuro da energia. Afinal, o sal está em todo lugar.

Baterias de sódio existem há décadas, mas foram abandonadas porque a indústria deu preferência ao lítio. Agora, com a necessidade de barateamento rápido dos BEVs (veículos elétricos a bateria), a utilização dos íons de sódio ganha cada vez mais adeptos.

O primeiro fato a destacar é que o lítio (Li) e o sódio (Na) fazem parte do mesmo grupo da Tabela Periódica dos elementos químicos. São vizinhos.



Segundo o site SoCientífica, “as tecnologias das baterias de lítio e sódio são similares em muitos aspectos, mas algumas diferenças cruciais existem”. Para entender: “Em ambos os sistemas, os íons transportam e estocam elétrons durante a carga e descarga da bateria. A diferença primordial é que o íon de sódio é maior que o íon de lítio. Isso significa que o processo precisa ser adaptado para as características exclusivas dos íons maiores”.


Especialistas afirmam que, apesar de as baterias de lítio terem 30% a mais de capacidade energética e de poderem realizar 12 mil ciclos contra 4 mil ciclos das baterias de sódio, o fator sustentabilidade pesa a favor do sódio.


Em Campinas, SP, pesquisadores da Unicamp estão desenvolvendo o primeiro protótipo brasileiro de uma bateria de sódio. Na China, a empresa HiNa Battery trabalha junto com a JAC Motors desde 2017 para o fornecimento de células de baterias de íons de sódio.


Um JAC E-JS1 já roda em testes com baterias de sódio de 25 kWh de capacidade com uma densidade energética de 120 Wh/kg. O pequeno carro elétrico com bateria de sódio tem alcance de 252 km. A HiNa já apresentou três tipos de células de sódio.


Segundo os especialistas, como a densidade energética do sódio é menor do que a do lítio, a bateria de sódio suporta taxas de carregamento mais altas. Assim, as recargas vão ser mais rápidas, as baterias dos carros elétricos vão durar muito mais e o custo de produção vai cair, reduzindo o preço dos veículos para os consumidores.


Segundo notícias veiculadas na internet, a BYD poderá usar baterias de íons de sódio no Seagull, de entrada, tornando seu preço ainda mais barato. Equipado com a bateria Blade de íons de lítio da BYD, o Seagull estreou na China com preço equivalente a cerca de R$ 50 mil.


Líder global em baterias para carros elétricos, a empresa CATL lançou baterias de íons de sódio em 2021 e tem previsão para criar uma cadeia industrial dessas baterias ainda este ano. CATL e Natron Energy lideram o desenvolvimento e comercialização dessas baterias, que loogo devem equipar os carros elétricos.

コメント


montadora
bottom of page