Carros 0-km que estão saindo de linha e valem a pena comprar

[Fonte: Estado de São Paulo]

Com o fim de linha e a proximidade de mudanças importantes em vários carros, dá para tentar descontos nos últimos 0-km antigos disponíveis


Comprar um 0-km é algo cada vez mais distante da realidade da maioria dos brasileiros. Isso porque os preços dispararam em 2021. Assim como os juros, cuja taxa básica, a Selic, passou a 9,25% ao ano no finzinho de 2021. Da mesma forma, cerca de 30 carros de várias fabricantes saíram de linha recentemente ou vão mudar em breve. Alguns deles viraram ícones. Por exemplo, é o caso do Fiat Uno, que está sendo vendido na edição de despedida, Ciao, após quase 40 anos de sucesso no Brasil. A boa notícia é que dá para pechinchar e conseguir descontos na compra das últimas unidades desses modelos.

Nesse sentido, há bons argumentos para você usar na conversa com o vendedor. Primeiramente, o mais óbvio é que esses modelos tendem a se desvalorizar mais. Portanto, não ´e todo mundo que está disposto a comprar um carro 0-km que esteja saindo de linha. Além disso, a maioria desses carros está deixando o mercado porque não atende as novas regras de controle de emissões de poluentes. A regra passou a valer em 1º de janeiro de 2022. Em vez de descontos, o consumidor pode negociar a gratuidade de itens como sistema de som e jogo de tapetes, entre outros. Também vale tentar a isenção de taxas como emplacamento e IPVA.

Cabe lembrar que essa tática pode dar certo com qualquer modelo. Porém, como está faltando carro 0-km nas lojas, a chance de sucesso é maior nos que estão saindo de linha. Para ajudar você na pesquisa, o Jornal do Carro listou 10 boas opções. Confira abaixo.

Volkswagen Polo


A Volkswagen fez uma profunda atualização em sua linha de produtos ao longo de 2021. Nesse sentido, deixou de oferecer o Up! e o Fox. Além disso, fará mudanças importantes na família Polo (acima). O hatch terá uma versão mais simples a partir de 2023. Batizada de Track, a novidade vai substituir o Gol. Com a iminência da despedida do veterano, já dá para negociar descontos nas unidades 0-km que ainda estão à venda. Aliás, cabe lembrar que o Gol tem preço sugerido a partir de R$ 69.790.


Volkswagen/Divulgação


Lançado no Brasil em 2017, o Polo também terá novidades nas versões mais equipadas. Entre os destaques, a dianteira ganhará visual parecido com o do SUV Taos. Ou seja, receberá uma faixa de LEDs na grade. Porém, as atualizações não vão afetar a plataforma nem a mecânica. Seja como for, o Polo é oferecido com motores 1.0 e 1.6. No configurador da marca, a tabela parte de, respectivamente, R$ 72.730 e R$ 86.330.


Chevrolet Tracker e Spin 0-km com câmbio manual


Chevrolet/Divulgação


Uma das novidades da linha 2022 da Chevrolet é o fim da oferta de câmbio manual para o SUV Tracker e a minivan Spin. A mudança visa atender as novas regras de emissões de poluentes. Segundo a GM, com todas as mudanças implementadas, a redução das emissões dos carros da empresa no Brasil vai chegar a 43%.


Chevrolet/Divulgação


Com o fim da oferta da transmissão manual, a versão mais em conta do Tracker agora parte de R$ 109.970. Por sua vez, a tabela da Spin começa em R$ 97.340. Assim, os dois modelos passam a ter apenas câmbio automático de seis velocidades. Porém, se você que um 0-km e não liga parar trocar de marchas manualmente, vale checar se há unidades 2021 nas autorizadas. Depois, exercite seu poder de barganha e boa compra!

Joy e Joy Plus

Chevrolet/Divulgação


Também acabam de dar adeus ao mercado brasileiro o Joy e o Joy Plus. De acordo com a Chevrolet, a partir de agora as versões com carroceria antiga do Onix hatch e sedã serão feitas apenas para exportação. Seja como for, os preços sugeridos para os modelos 0-km antes de saírem de cena eram de, respectivamente, R$ 65.900 e R$ 71 mil. Portanto, se você tiver interesse e encontrar esses carros nas lojas, ainda dá para tentar um descontinho.


Honda HR-V

Honda/Divulgação

A estreia da nova geração do Honda HR-V está prevista para este ano. Assim, vale a pena chorar um abatimento no preço do 0-km atual. Isso porque as mudanças não serão feitas só o desenho e na mecânica. O SUV vai ficar mais sofisticado. Dessa forma, deverá virar rival de modelos como Jeep Compass, Toyota Corolla Cross e companhia. Na linha de motores, haverá duas opções. Além do 1.5 aspirado com injeção direta, que está no novo City, o SUV terá o 1.5 turbo flexível. O preço parte de R$ 118 mil.

Civic e Fit

Honda/Divulgação


Além disso, dois modelos com bom potencial de descontos nas autorizadas da Honda são o Civic e o Fit. Ou seja, trata-se da dupla que acaba de sair de linha no Brasil. A tabela do sedã partia de R$ 131 mil e a do hatch começava em R$ 98 mil. Ainda dá para encontrar algumas unidades 0-km nas lojas. E, nesse caso, vale a pena tentar negociar descontos ou outros benefícios. O Civic foi substituído pelo sedã City e o Fit, pelo inédito hatch City. O primeiro está à venda desde dezembro. O outro deve chegar em março.


Honda/Divulgação


Porém, para os fãs inveterados do Civic há um alento. A nova geração do modelo virá ao Brasil importada a partir do segundo semestre de 2022. Além disso, é grande a possibilidade de o modelo chegar na versão híbrida. Assim, deve ganhar fôlego para encarar o Toyota Corolla, sedã médio mais vendido do Brasil em 2021.


Renault Kwid

Daniel Teixeira/Estadão


O Renault Kwid é o 0-km mais barato do País. Porém, como desconto nunca é demais, vale barganhar o preço na hora da compra. Afinal, a nova geração do hatch deve chegar às lojas brasileiras até meados deste ano. Além do visual repaginado, o novo Kwid trará o motor 1.0 SCe, mais moderno, que já estava no Sandero. Bem como ficará mais equipado e receberá itens como controles eletrônicos de estabilidade e tração. Com todos esses argumentos, dá para tentar um desconto sobre o valor da tabela, que parte de R$ 48.790.

Jeep Renegade


Felipe Rau/Estadão


A Jeep está tirando de linha as versões com motor 1.8 flexível e turbodiesel do Renegade. O objetivo é atender as novas regras de emissões. Portanto, o momento é bom para tentar conseguir abatimentos nas unidades 0-km que ainda estejam nos estoques das concessionárias. Conforme o Jornal do Carro havia noticiado, a linha Renegade passará a vir apenas com o motor 1.3 turboflex de até 185 cv. Trata-se do mesmo quatro-cilindros que já está nos SUVs Compass e Commander. Bem como na picape Fiat Toro. Até então, o Renegade 1.8 tinha tabela inicial de R$ 100.217. No caso do turbodiesel, o preço sugerido começa em R$ 165.383.