Carros: Confira os principais lançamentos aguardados para 2022


[Fonte: CNN]

Ano será marcado pela chegada de mais picapes e SUVs, além da intensificação da eletrificação dos veículos


Enquanto 2021 pode não ter sido dos melhores para a indústria nacional, 2022 não deve ficar para trás em termos de lançamentos. Com a capacidade produtiva ainda limitada por conta da pandemia, a indústria está se adaptando e continuará apresentando mais SUVs e picapes, que possuem margens de lucro maiores. Além disso, este novo ano também deve ver um incremento nas opções de carros elétricos oferecidos no Brasil. Confira os principais lançamentos que devem chegar no ano que vem:

Chevrolet Montana A Chevrolet Montana foi originalmente concebida para enfrentar rivais como Fiat Strada e Volkswagen Saveiro, mas suas vendas caíram e o modelo saiu de linha. Até o final do primeiro semestre, a Montana deve retornar ao mercado em nova geração, mas com importantes mudanças. Enquanto a picape já utilizou a plataforma do Corsa e do Agile, a nova geração deve apostar na arquitetura do atual SUV Tracker, crescer de tamanho e servir como alternativa até para a Fiat Toro. Ainda é cedo para dizer a motorização, mas o utilitário esportivo que servirá de base já dispõe de um 1.2 turbo de três cilindros capaz de entregar até 133 cv de potência.

Fiat SUV cupê Depois de finalmente ter um SUV para chamar de seu, o Pulse, a Fiat deverá manter o ritmo e apresentar mais um utilitário esportivo compacto. Desta vez, porém, deve ser um pouco maior que o Pulse, com quem compartilhará a plataforma MLA, e ter um caimento de teto mais acentuado, como em cupê. Tratado internamente como Projeto 376, o novo SUV da Fiat ainda não tem data certa para chegar, mas a apresentação deve ocorrer em 2022. Seu visual inicialmente foi inspirado pelo conceito Fastback, que deu origem à Fiat Toro, mas o produto final deve ser mais próximo do Pulse que da picape. A motorização deve incluir os novo 1.0 e 1.3, ambos turbinados, apresentados pelo grupo Stellantis e já visto em modelos como Pulse e Toro.

Ford Maverick Já confirmada para o mercado brasileiro, a Ford Maverick deve ser apresentada por aqui logo nos primeiros meses de 2022. A picape tem porte intermediário, com a Fiat Toro, mas a marca do oval azul deve adotar uma estratégia similar à vista no Bronco Sport, trazendo uma configuração mais equipada e potente a preços mais elevados para evitar confrontos diretos. A Ford Maverick que chegará ao Brasil este ano virá na versão Wildtrack, exclusiva para o país e equivalente às configurações mais equipadas da picape nos EUA. Com isso, ela desembarcará por aqui com motor 2.0 turbo de 253 cv, câmbio automático de 8 marchas e tração integral.

Honda HR-V O Honda HR-V já teve seus dias de glória no mercado brasileiro, mas tem sido ofuscado nos últimos meses pela chegada de uma nova leva de SUVs compactos que foram apresentados ao longo de 2021. A marca já apresentou nos mercados internacionais uma nova geração para o carro, que deve chegar ao Brasil no primeiro semestre deste ano. Lá fora, o novo Honda HR-V ficou maior e mais refinado que o atual e isso deve afetar os preços do SUV. A lista de equipamentos também cresceu e deve incorporar mais elementos de segurança, como controle de cruzeiro automático. O atual motor 1.5 turbo deve ser mantido em conjunto ao câmbio CVT, mas ainda não se sabe se o novo HR-V terá uma opção mais barata com o atual 1.8 aspirado ou se a Honda vai apostar mais mesmo nos segmentos mais caros.

Jeep – Versões 4xe para Compass e Renegade A Jeep deve iniciar 2022 com a introdução de um novo motor 1.3 turbo para o Renegade, o mesmo já encontrado no Compass. Além disso, a dupla de SUVs deve ter uma antiga promessa cumprida com a chegada de versões equipadas com motorização eletrificada, já reveladas na Europa e nos EUA. São as versões 4xe, que trazem propulsão híbrida plugável (pode-se carregar as baterias na tomada) para Compass e Renegade. Em ambos, o conjunto mecânico híbrido terá tração integral diferente: o motor 1.3 turbo move as rodas da frente, enquanto o motor elétrico é instalado no eixo traseiro. Usando apenas o elétrico, as versões 4xe têm 50 km de autonomia. A potência combinada varia entre 190 cv e 240 cv.

Novo Renault Kwid Mesmo já tendo declarado que focará ainda mais no mercado de SUVs, a Renault não deve deixar de lado o segmento de entrada. No início deste ano deve chegar a primeira grande reestilização do Kwid, o carro mais barato da marca. Além de um visual repaginado e novos equipamentos, a mecânica também deve sofrer alterações. As linhas deverão ser as mesmas vistas no Renault Kwid indiano, apresentado recentemente. O carro seguirá a tendência com uma dianteira apresentando luzes diurnas acima e os faróis abaixo, no para-choque. Laterais e traseira devem mudar menos, mas, por dentro, o novo Kwid ganhará itens como um painel de instrumentos digital simples. A motorização seguirá a mesma: 1.0 flex de três cilindros, mas receberá uma nova calibração para atender às novas regras de emissões que entram em vigor no ano que vem.

Renault Kwid elétrico Além de renovar o seu carro de entrada, a Renault ainda deve lançar no Brasil a versão elétrica do Kwid. O carro já é vendido na China como Renault City K-ZE e na Europa como Dacia Spring, e é um dos carros elétricos mais baratos disponíveis. A expectativa é a de que ele chegue aqui com uma proposta similar de ser acessível. Tanto o Dacia Spring quanto o Renault City K-ZE são equipados com um motor elétrico de 33 kW (45 cv) de potência e 12,6 kgfm de torque máximo, mais que o atual 1.0 do Kwid. O conjunto é alimentado por uma bateria de 27,4 kWh, o que garante autonomia de 230 km com uma carga, número que pode chegar a 305 km em ciclo urbano no modo Eco.

Toyota Yaris Desde que a Toyota deixou de oferecer o Etios no Brasil, a dupla Yaris e Yaris Sedan passaram a ser a porta de entrada da empresa no país. Com a concorrência se renovando, os carros devem passar pelas primeiras alterações desde o lançamento por aqui, em 2018, já no início de 2022, mas não devem revolucionar. O visual deve ser o mesmo apresentado para os mercados da Ásia, com uma repaginação da dianteira apenas. O que deve mudar mesmo é a lista de equipamentos, com a Toyota instalando mais sistemas de segurança e auxílio à condução como alerta de colisão frontal tanto no Yaris quanto no Yaris Sedan.

Volkswagen Polo Track A Volkswagen está preparando o terreno para a aposentadoria do veterano Gol. O primeiro passo para isso será a apresentação no que vem de uma versão simplificada do Polo que, eventualmente, tomará a frente como carro de entrada da marca para o mercado brasileiro. Antes de sua chegada, porém, as versões convencionais ganharão um novo visual inspirado pelo que foi apresentado na Europa para o carro. A futura versão de entrada deverá se chamar Polo Track e manterá o visual atual do modelo. Para também manter o preço mais baixo, a novidade deverá ser equipada somente com o atual motor 1.0 de três cilindros utilizado tanto pelo Gol quanto pela versão mais básica do Polo atual.