Tags

Economistas já preveem inflação perto de 4,0%

Os economistas do mercado financeiro elevaram pela 9.ª semana consecutiva a previsão para o IPCA - o índice oficial de preços - em 2021. O Relatório de Mercado Focus, divulgado ontem pelo Banco Central, mostra que a projeção para o indicador este ano foi de alta de 3,87% para 3,98%. Há um mês, estava em 3,60%.


A projeção dos economistas para a inflação já está acima do centro da meta de 2021, de 3,75%, sendo que a margem de tolerância é de 1,5 ponto (de 2,25% a 5,25%). Já a projeção para o índice em 2022 permaneceu em 3,50%. Quatro semanas atrás, estava em 3,49%.


Juros. Os economistas mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica da economia) no fim de 2021, mas elevaram a aposta para 2022. Hoje, a Selic está em 2%, piso histórico. O relatório apontou que a mediana das previsões para a Selic neste ano permaneceu em 4% ao ano.


Há um mês, estava em 3,50%.

Para os economistas, o processo de alta dos juros básicos da economia, fixados pelo BC para controlar a inflação, começará na semana que vem, na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). A expectativa dos analistas dos bancos é de que a taxa passe de 2% para 2,5% ao ano neste mês.


Em janeiro, ao manter a Selic em 2% ao ano, o Copom preparou o terreno para possível elevação dos juros em 2021. Isso porque deu fim ao chamado forward guidance (ou prescrição futura). Adotado em agosto de 2020, o forward guidance era uma indicação técnica do BC de que não pretendia elevar os juros se a inflação seguisse sob controle e o risco fiscal não se alterasse.

Veículo: O ESTADO DE S. PAULO Editoria: ECONOMIA E NEGÓCIOS Tipo notícia: Matéria Data: 09/03/2021 Autor: Lorenna Rodrigues

 

Rua Geraldo Flausino Gomes, 42 - 5º andar | Brooklin Novo | São Paulo - SP 04575-060

Tel. (11) 5102-5656 | abrahy@abrahy.com.br

©2018 ABRAHY. criado pela TR2 Art + Design