Tags

Empresas captam recorde de R$ 102 bi no 1° tri

Mesmo com a economia brasileira ainda patinando por causa do impacto da pandemia de Covid-19, o mercado de capitais brasileiro registrou recorde no primeiro trimestre em termos de captações de recursos, tanto na Bolsa como na renda fixa, por meio da emissão de títulos pelas empresas.


Nos primeiros três meses deste ano, as captações de renda variável e renda fixa somaram R$ 102 bilhões. No ano passado, no mesmo período, esse total foi de R$ 83,8 bilhões, e em 2019, de R$ 61,1 bilhões.

-Tivemos uma boa recuperação, e o total captado é o melhor da série histórica, iniciada em 2011-disse José Eduardo Laloni, vice-presidente da Assoei ação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), ao apresentar os dados de 2021.


Desde janeiro, houve 16 operações de oferta iniciais de ações (IPO, pela sigla em inglês), além de ofertas secundárias de ações (follow ons), que captaram R$ 33,4 bilhões, frente a R$ 31,2 bilhões no ano passado e R$ 5,1 bilhões em 2019.


Laloni ressalta que alguns IPOs movimentaram mais de R$ 1 bilhão, e outros, R$ 200 milhões, o que mostra que não são só as grandes que podem captar no mercado.


Os fundos de investimento ainda têm a maior participação nas ofertas de ações, com 49,7% do total, enquanto as pessoas físicas respondem por 7,1%. O que chama a atenção é que o investidor estrangeiro também voltou a comprar ações de companhias brasileiras, ficando com 34,2% das ofertas.


CENÁRIO POSITIVO NO 2° TRI A maior parte dos recursos captados com ações (R$ 20,9 bilhões) foi para o caixa das empresas, segundo a Anbima, o que sinaliza intenção de se capitalizarem e usarem os recursos em novos investimentos.


Na renda fixa, que além de debêntures incluem Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) e Imobiliários (CRls), entre outros papéis, as empresas captaram R$ 68,6 bilhões, também a melhor marca da série histórica.


No mercado externo, que complementa as captações domésticas, as emissões de bonds no período somaram US$ 7,6 bilhões, perto dos US$8 bilhões de 2020.


A situação fiscal ruim do país não afetou esse movimento, disse Laloni, lembrando que estatais como Petrobras, Eletrobras e Banco do Brasil -que sofreram mudanças de comando este ano -são emissoras de papéis de renda fixa e de ações: -É importante que o mercado continue enxergando essas empresas como praticantes de boa governança, para que elas continuem se financiando com qualidade.


Para o segundo trimestre, a Anbima ainda projeta um saldo positivo de captações. Segundo Laloni, os juros baixos estimulam essas operações.


Veículo: O GLOBO - RJ Editoria: ECONOMIA Tipo notícia: Matéria Data: 14/04/2021 Autor: JOÃO SORIMA NETO