top of page

Fim do imposto zerado para híbridos e elétricos alavanca venda de importados

Emplacamentos tiveram alta de quase 50% em relação ao mês de novembro


Fonte: Automotive Business


O fim do imposto de importação zerado para carros elétricos e híbridos impulsionou as vendas de veículos importados em dezembro. Isso porque os consumidores optaram por antecipar a compra de veículos do segmento.


Segundo dados da Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores), 8.349 unidades foram licenciadas em dezembro, das quais 5.508 unidades importadas e 318 veículos de produção nacional.


Comparado ao desempenho de dezembro de 2022, quando 2.190 veículos foram emplacados, as vendas cresceram 281,2%.


Analisando apenas as unidades importadas no último mês de 2023, houve alta de 45,8% ante novembro último e de 282,4% em relação a dezembro de 2022.


Na produção nacional, a alta foi de 133,8% frente as vendas de novembro (155 unidades) e o aumento foi de 253,3% se comparado a dezembro de 2022, quando apenas 90 unidades foram licenciadas.


Resultado no acumulado foi turbinado em dezembro


O desempenho em dezembro alavancou os emplacamentos de 2023 para 43.428 unidades. A alta foi de 110,2% frente aos números de janeiro a dezembro de 2022.


Considerando apenas as unidades importadas, o acumulado do ano teve crescimento de 127,7% (41.501 unidades em 2023 contra 18.224 em 2022). No entanto, a produção local teve queda de 20,9% (1.927 unidades ante 2.436 veículos em 2022).


"Os dados de desempenho de vendas de nossas associadas nos mostram a imediata reação dos consumidores brasileiros ao antecipar as compras de veículos híbridos e elétricos. Na realidade, o início desse movimento se deu na sequência ao anúncio da volta do imposto aos elétricos e aumento aos híbridos, em 10 de novembro, com alíquotas escalonadas até julho de 2026, quando chegarão ao limite de 35%”, analisou João Oliveira, presidente da Abeifa e CEO da JLR Brasil.


O executivo confirmou que “algumas empresas filiadas já anteciparam que não repassarão a incidência das novas alíquotas do imposto de importação aos atuais estoques em território brasileiro e outras vão repassar parcialmente”.


BYD domina emplacamentos e Porsche fecha top 3


Como esperado, a BYD liderou com folga o ranking de emplacamentos em dezembro.


A fabricante chinesa licenciou 5.500 veículos no último mês do ano passado. No resultado acumulado, a marca emplacou 17.946 unidades - número muito superior aos 260 veículos licenciados pela empresa em 2022.


A Volvo surge na vice-liderança com 1.066 unidades licenciadas em dezembro e 8.182 carros emplacados entre janeiro e dezembro de 2023.


O terceiro lugar ficou com a Porsche, que registrou 437 veículos apenas no mês passado. Analisando os números do acumulado, a marca de esportivos fechou o ano com 5.203 unidades.

Afiliadas da Abeifa fecham ano com 2% de participação


Os resultados obtidos em dezembro, quando 8.349 unidades foram licenciadas, fizeram com que a Abeifa tivesse participação de 3,5% no mercado de automóveis de passeio e comerciais leves.

No acumulado do ano, a fatia de participação das associadas foi de 2%.


"Os importadores contribuíram (e contribuem) efetivamente com a modernização da frota brasileira, com a introdução de novas tecnologias e inovação com veículos eletrificados, trazendo perspectivas de colocar o Brasil no cenário internacional da mobilidade descarbonizada, além de possibilidade clara de instalação de novas unidades produtivas no país”, concluiu João.

Comentários


montadora
bottom of page