top of page

Gasolina fica R$ 0,41 mais cara após volta de impostos, diz pesquisa


O valor é acima do esperado pelo ministro da fazenda

Na última quarta-feira (1º), o PIS e Cofins voltaram a ser cobrados para a gasolina e etanol no Brasil.

Segundo a edição de março do Panorama Veloe de Índices de Mobilidade, após a medida, o preço da gasolina comum teve uma média de acréscimo de R$ 0,41 por litro no país. A comparação é com o dia 28, quando foi realizado o anúncio.

A avaliação foi realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), considerando uma base de dados de transações oferecidas pela Veloe.

O valor é acima do esperado

Vale lembrar que a reoneração parcial da gasolina representou um aumento de R$ 0,47 nas bombas, e do etanol em R$ 0,02.

No entanto, Haddad, em coletiva de imprensa na última terça-feira (28), explicou que o valor para o consumidor seria menor, uma vez que a Petrobras anunciou no mesmo dia uma redução nos preços da gasolina (e diesel) para as distribuidoras. A companhia baixou a gasolina em R$ 0,13 por litro. Ou seja, o impacto final seria de R$ 0,34, segundo o ministro.

Commenti


montadora
bottom of page