top of page
  • Uol

Google vai controlar tempo de semáforos



O controle do tempo dos semáforos de Atenas poderá começar a ser feito pelo Google. O acordo faz parte de um plano piloto para tentar melhorar o trânsito na capital da Grécia e, dando certo, de outras metrópoles pelo mundo.


Segundo a CNN grega, o governador de Ática, onde fica Atenas, George Patoulis, vai formalizar o contrato em breve.

Além de controlar o tempo, os semáforos também poderão se interligar com carros autônomos e até mesmo os tradicionais, mas ligados à internet.


Como funciona o semáforo do Google


O Google usará dados em tempo real do fluxo de veículos para determinar a duração dos semáforos verde e vermelho em cada cruzamento.


A interligação entre semáforos vai melhorar a estimativa de tempo de chegada em aplicativos como o Google Maps e o Waze.


Além disso, a cidade de Atenas instalou câmeras inteligentes para flagrar motoristas que cruzam o sinal vermelho.


Em breve, as autoridades gregas vão dar mais detalhes e a data de início do projeto com o Google.

A região metropolitana de Atenas tem 3,15 milhões de habitantes.


Mudanças também por aqui


No Brasil, uma das primeiras cidades a receber uma tecnologia parecida é Manaus. No mês passado a prefeitura anunciou um novo sistema de semáforos nas vias mais congestionadas da capital amazonense.

Os equipamentos a serem instalados até o fim do ano irão verificar o número de veículos em uma via e liberar o tráfego, de acordo com a necessidade, para reduzir as filas.


“Os semáforos atualmente em operação são ajustados por horário com programação pré-determinada. Com a mudança, os ajustes serão de acordo com a formação da fila, existirá um laço virtual em que o equipamento irá ‘ler’ a quantidade de carros”, disse Uarodi Guedes, diretor de engenharia do IMMU (Instituto Municipal de Mobilidade Urbana).


Energia, preço, tecnologia: tudo o que a indústria está planejando para os novos carros. Toda quarta

A previsão é atualizar 30 semáforos já instalados e implantar 20 novos equipamentos.


Caminhos abertos para ambulâncias


A medida, no entanto, não é inédita. No ano passado a Ford anunciou que estava testando uma série de semáforos na Europa conectados a outros carros. A ideia é deixar o caminho livre para ambulâncias, bombeiros e policiais.


Segundo a montadora, o sistema também pode reduzir os congestionamentos, informando aos veículos próximos o tempo de abertura e fechamento dos semáforos.


A Ford testou a tecnologia em Aachen, na Alemanha, usando uma estrada com oito semáforos consecutivos e dois trechos com três semáforos consecutivos nos arredores da cidade, montados pelos parceiros do projeto.


O veículo de teste, um Ford Kuga híbrido, foi equipado com sistema de comunicação com a infraestrutura e um software protótipo, atuando tanto como ambulância como veículo de passageiros, em diferentes cenários.


Para simular um atendimento de emergência, o veículo solicitava aos semáforos para acender a luz verde. Assim que o veículo passava, os semáforos voltavam ao funcionamento normal.


Nos testes de uso diário, o carro recebia as informações sobre os tempos de sinal verde ou vermelho e adaptava a sua velocidade por meio do piloto automático adaptativo. Dessa forma, passava com o caminho sempre aberto.


Os testes foram realizados de janeiro de 2020 até março do ano passado, mas ainda não há previsão de quando esses sistemas seriam implementados de forma mais ampla.

Comments


montadora
bottom of page