Governo Federal amplia redução do IPI para 35%, mas carros ficam de fora


|Fonte: Automotive Business|

Decisão de novo reajuste foi tomada para tentar estimular a economia


O Governo Federal ampliou para 35% a diminuição no Imposto de Produtos Industrializados (IPI). Entretanto, a alíquota para automóveis de passeio não foi completa pela nova desoneração. O tributo permanecerá reduzido em apenas 18,5%, conforme anunciado no começo de março. O decreto com a nova medida foi publicado no Diário Oficial da sexta-feira, 29.

A decisão de excluir o setor automotivo da nova redução do IPI frustra as expectativas do segmento, que há semanas esperava pelo novo desconto prometido pelo Governo Federal.

“O Decreto nº 11.055 amplia a redução para 35% em todos os produtos da NCM, mantém em 18,5% para veículos e deixa de fora o fumo e uma lista de produtos da Zona Franca de Manaus”, escreveu o Ministério da Economia.

De acordo com o governo, a medida (que é válida a partir de 1º de maio) foi tomada para ajudar na recuperação econômica do país.

“A presente medida objetiva estimular a economia, afetada pela pandemia provocada pelo coronavírus, com a finalidade de assegurar os níveis de atividade econômica e o emprego dos trabalhadores”, declarou a Secretaria de Governo, em nota oficial.