Mercado de automóveis na Europa anota mais uma queda


Fonte: Auto Industria

Vendas no continente acumulam 11 meses seguidos em baixa

Balanço das entregas de automóveis no mercado europeu consolidado pela Acea, associação que representa os fabricantes na região, mostra demanda menor a cada mês.

De acordo com os números que contemplam União Europeu, Reino Unido e os países da associação de livre comércio (EFTA), em maio as vendas somaram 948,1 mil unidades, declínio de 12,5% em relação ao mesmo mês de 2021, quando foram vendidos 1,08 milhão de carros. O resultado enfileira o décimo primeiro mês consecutivo de queda.

Com a soma parcial do mês passado, nos cinco primeiros meses do ano o mercado europeu absorveu 4,53 milhões de automóveis, volume 12,9% inferior ao acumulado de um ano atrás, de 5,20 milhões de unidades.

Todos os principais mercados da região chegaram ao fim dos cinco meses com recuos significativos nas vendas. A Itália lidera com retração de 24,3%, seguida pela França, 16,9%, Espanha, 11,5%, e Alemanha, 9,3%.

Com a demanda em baixa, as fabricantes também encerraram o período de janeiro a maio com recuos acentuados. O Grupo Volkswagen segue na liderança das vendas com participação de 24,2%, mas as 1,09 milhão de unidades vendidas foram 19,6% menores em relação ao ano passado.

A Stellantis, com 19,2% do mercado, anotou queda de 22,2% nas vendas para 871,6 mil veículos. O Grupo Hyundai se apresenta como exceção no terceiro lugar do ranking. De janeiro a maio, a empresa entregou 454,5 mil automóveis, volume que representou alta de 17%, além garantir 10% do mercado.