top of page
  • Uol

Nada de carro popular: veículos mais caros lideram vendas após descontos


Quase 20 dias após a redução nos preços de veículos que custavam até R$ 120 mil, graças ao incentivo fiscal concedido pelo governo federal às montadoras, os carros com preço mais baixo, conhecidos como “populares”, não lideram as vendas de veículos.

Segundo levantamento da Fenabrave, a federação das concessionárias, Fiat Mobi e Renault Kwid, os automóveis mais baratos do Brasil, não aparecem na lista dos carros de passeio e comerciais leves líderes em vendas neste mês.

Na verdade, o ranking dos dez modelos mais vendidos entre 1º de junho e a última sexta (23) tem a predominância de veículos muito mais caros – vale destacar que os descontos começaram a ser anunciados no dia 6 de junho.

O topo da lista é ocupado pela Fiat Strada, que já acumula 5.335 unidades comercializadas no período. A segunda posição é do Volkswagen T-Cross, que teve apenas uma versão contemplada pelo pacote governamental e somou 4.452 vendas.

Curiosamente, o “top 10” tem até modelos que não são elegíveis ao incentivo fiscal, a exemplo do Honda HR-V, com 3.252 exemplares vendidos.

O SUV da marca japonesa bem à frente de Mobi (22º colocado, com 1.799 unidades vendidas) e Kwid (23º lugar, com 1.756 vendas.

Confira a lista dos dez carros e comerciais leves mais vendidos em junho:

1 – Fiat Strada

5.335 unidades comercializadas em junho

2 – Volkswagen T-Cross

4.452 unidades comercializadas em junho

3 – Volkswagen Polo

4.366 unidades comercializadas em junho

4 – Chevrolet Tracker

3.316 unidades comercializadas em junho

5 – Honda HR-V

3.252 unidades comercializadas em junho

6 – Hyundai Creta

3.216 unidades comercializadas em junho

7 – Fiat Toro

2.883 unidades comercializadas em junho

8 – Chevrolet Onix

2.719 unidades comercializadas em junho

9 – Hyundai HB20

2.694 unidades comercializadas em junho

10 – Toyota Hilux

2.615 unidades comercializadas em junho

Comments


montadora
bottom of page