top of page

Novo Hyundai Creta faz sucesso na Índia e vende quase o dobro do Brasil

Com cerca de 35 mil pedidos, Creta se tornou o carro mais vendido da marca no mercado indiano; SUV reestilizado chega aqui ainda em 2024


Fonte: Jornal do Carro


É inegável que o Hyundai Creta faz sucesso no Brasil, já que o modelo ocupa a segunda posição no segmento de SUVs, com 18.935 unidades vendidas no acumulado do ano. Mas na Índia, o Creta – que foi reestilizado em janeiro, adiantando o visual que o modelo brasileiro ganhará em breve – teve uma aceitação surpreendente.


Foram 35 mil pedidos desde sua estreia, e apenas em abril os emplacamentos passaram de 15 mil unidades. Desse modo, se tornou o carro mais vendido da marca coreana naquele país. Flagrado recentemente em testes na Rodovia dos Imigrantes, a expectativa é de que o SUV de cara nova estreie no Brasil ainda neste ano.


O que muda no novo Creta


Como se trata de um facelift de meia vida, o Creta não traz mudanças drásticas. Laterais, teto, porte e diversos detalhes seguem iguais. As diferenças mais notáveis estão na dianteira e na traseira, graças ao novo conjunto óptico e à grade mais quadrada. Os farois posicionados abaixo das luzes de LEDs permanecem, mas com proposta mais clean, e o para-choque foi redesenhado. Isso deve sanar boa parte das críticas ao visual polêmico do modelo atual.

 

Atrás, as lanternas recebem cortes retos que atravessam toda a tampa do porta-malas. Há ainda iluminação por LEDs e elementos em formato de H, como na dianteira. Setas dinâmicas também fazem parte do conjunto e devem equipar as versões mais caras. Por fim, as rodas trazem novo desenho.

 

Interior e mecânica


Ainda não é possível saber se o modelo brasileiro seguirá a configuração indiana na cabine. Contudo, por lá o Creta recebe painel de instrumentos digital integrado à central multimídia (ambos com 10,25” cada), além de equipamentos como monitor de ponto cego, controle de estabilidade, teto solar panorâmico e ventilação para os bancos dianteiros, por exemplo.

 

Em termos de mecânica, é certo que o motor 1.0 turbo de 120 cv continuará em linha. Já o 2.0 aspirado de 167 cv ainda tem futuro incerto. Na Índia, o SUV traz um 1.5 turbo de 160 cv, que poderia ser uma opção para as versões de topo por aqui. Mas o propulsor mais cotado para substituir o 2.0 é o 1.6 turbo do Tucson.

 

Além disso, o Creta terá também uma configuração elétrica, que deve estrear ainda em 2024. O modelo foi flagrado em testes na Coreia do Sul, país sede da Hyundai. O design será o mesmo do Creta indiano e há grandes chances de o modelo ser lançado no Brasil em 2026 para concorrer com o BYD Yuan Plus.

Comments


montadora
bottom of page