top of page

O efeito cascata na redução de preços dos carros elétricos


Autorama fala do evento que vai debater o mercado automotivo, o adesivo da VW em defesa do etanol e o sujeito que jogou um Corolla contra uma casa de propósito


Causa e efeito. A chegada de novos players no segmento ainda incipiente de carros elétricos tem feito um bem danado para o consumidor que almeja partir para um veículo zero combustão.

Ainda que as vendas de EVs sejam muito tímidas, conforme último balanço da Anfavea, um dos considerados empecilhos para o aumento deste mercado perde força. Os preços dos carros elétricos têm caído, ainda mais depois da chegada do BYD Dolphin para brigar na base desta categoria.

O Autorama Podcast desta semana conta que, após a Caoa Chery reduzir por duas vezes o preço do iCar, e da JAC Motors e Peugeot baixarem os valores dos seus carros movidos a bateria, a Renault acordou. E mexeu na sua tabela de EVs.


A forma de vender carro também mudou


A eletrificação é só uma das grandes mudanças pelas quais o mercado automotivo passa. Causa e efeito, novamente: o modo de vender carro mudou também, e muito.

Esse será o mote principal da segunda edição do Autos Encontros, que acontece agora em agosto, no Rio de Janeiro. Eu entrevistei Bruno Daibert, sócio da Perito Automotivo e da Auto Express, e um dos organizadores do evento.


Serão três dias de palestras, debates e networking sobre o momento atual e o futuro do setor automotivo. No bate-papo, Bruno adianta um pouco sobre oportunidades de negócios e a pauta do evento.


Selo proálcool


No caminho da descarbonização, a eletrificação ainda parece um pouco distante para o Brasil. O atalho, como já debatido aqui no Especial 20 Anos do Flex, da Automotive Business, é o etanol combustível.

A Volkswagen quer ficar bem na fita nesse assunto. Eu explico no Autorama como a marca bolou um adesivo com um QR Code em seus carros para dar aquela força para o álcool combustível.

Commentaires


montadora
bottom of page