Tags

Pauta econômica como saída

A pauta de projetos na área econômica e de novas medidas de combate à pandemia da covid-19 acabou se transformando numa saída política para romper o impasse em torno da prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ). Já havia passado das 23h da quarta-feira quando o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, conversaram pelo telefone sobre o assunto


A preocupação de ambos era de que o imbróglio político prejudicasse as negociações em andamento da agenda de votações para a retomada econômica e da urgência diante da necessidade de enfrentar a pandemia.


Em plena negociação delicada sobre a PEC do orçamento de guerra, que vai possibilitar o pagamento de uma nova rodada de auxílio, a Câmara paralisou os trabalhos para discutir o destino de Silveira, um aliado do presidente Jair Bolsonaro.


Pela manhã, Lira foi até o Palácio da Alvorada e informou a Bolsonaro que a Câmara iria confirmar a prisão de Silveira.


Na conversa com o presidente, Lira se apegou à pauta econômica e disse que estava preocupado com seu andamento no Congresso. O argumento caiu com uma luva. O discurso que prevaleceu foi o de que o País não pode perder o curso das reformas por causa da confusão com o deputado do PSL.

Veículo: O ESTADO DE S. PAULO - SP Editoria: POLÍTICA Tipo notícia: Artigo Data: 19/02/2021 Autor: BASTIDORES: Adriana Fernandes, REPÓRTER ESPECIAL

 

Rua Geraldo Flausino Gomes, 42 - 5º andar | Brooklin Novo | São Paulo - SP 04575-060

Tel. (11) 5102-5656 | abrahy@abrahy.com.br

©2018 ABRAHY. criado pela TR2 Art + Design