top of page

Preço das baterias de carros elétricos está despencando, diz Goldman Sachs


Fonte: Terra


Preço das baterias está caindo mais rápido do que o previsto, vai despencar mais 40% até 2025 e isso pode ajudar os caros elétricos no Brasil

Comprar um carro elétrico pode ficar bem mais em conta nos próximos anos porque o preço das baterias está despencando. É o que indica um novo estudo do Goldman Sachs divulgado pelo Electrek, que aponta uma redução no preço das baterias dos carros elétricos em um ritmo mais acelerado do que o previsto. Essa redução pode impactar o preço dos veículos eletrificados no Brasil.


A nova tendência segue o caminho oposto ao recente aumento nos preços devido à inflação e pelo encarecimento de metais essenciais para a fabricação das baterias. De acordo com o Goldman Sachs, a produção dos carros elétricos só se tornou viável por conta da queda do preço das baterias de lítio nos últimos 20 anos.


Com a nova queda de preços, a previsão do Goldman Sachs é a de que os preços das baterias atinjam o patamar de US$ 99/kWh – cerca de R$ 485 em conversão direta até 2025. Esse valor representaria uma redução de 40% em relação aos preços praticados em 2022.


Para efeito de comparação, a previsão de queda anterior era de 33%. Para os próximos 7 anos – até 2030, é esperado que o preço das baterias seja reduzido em 11% ao ano, em média.


O estudo ainda estima que quase 50% da diminuição dos custos nas baterias se dará por conta do barateamento dos metais utilizados como matéria-prima, como lítio, cobalto e níquel. Apesar disso, o levantamento não considera especificamente o desenvolvimento de novas tecnologias, como as baterias de sódio da BYD.


Além disso, é provável que algumas montadoras já tenham um custo de produção mais baixo do que a média atual de US$ 140/kWh (R$ 686). Dentre elas, é possível imaginar que a chinesa BYD – que produz baterias há mais de duas décadas inclusive para outras montadoras – e a Tesla com suas fábricas Gigafactories já tenham custos mais baixos.


Por outro lado, a redução dos custos nas baterias deve impactar diretamente na popularidade e nos preços dos carros elétricos em escala global, sobretudo em mercados emergentes como o Brasil.


Vale lembrar que hoje, além da necessidade de uma boa infraestrutura de carregamento, até mesmo mercados desenvolvidos como os EUA e Europa, ainda oferecem subsídios para os carros eletrificados, já que o carro elétrico popular ainda é o grande desafio para as montadoras tradicionais.

Comments


montadora
bottom of page