top of page

Prefeitura de São Paulo mantém rodízio de veículos suspenso


Por outro lado, a Zona Azul e a proibição de circulação de veículos pelos corredores e faixas exclusivas de ônibus estão mantidas


Desde a última terça-feira (1º), a Prefeitura de São Paulo tem intensificado os trabalhos para amenizar os problemas provocados pelo desmoronamento de parte da Marginal Tietê, em razão de obras do Metrô.


Uma das alternativas adotadas foi manter a suspensão do Rodízio Municipal de Veículos e o Rodízio de Caminhões, bem como as Zonas Máximas de Restrição de Caminhões e Fretados até a próxima sexta-feira (4).


Por outro lado, a Zona Azul e a proibição de circulação de veículos pelos corredores e faixas exclusivas de ônibus estão mantidas.

Medidas para retornar ao normal

Outras medidas foram divulgadas pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, no início da tarde desta quarta-feira.


“Agora estamos na fase das ações para liberar o trânsito na Marginal, pois passam por lá cinco linhas de ônibus, que transportam 40 mil pessoas por dia, e também os motociclistas”, afirmou Nunes.


A Prefeitura estuda ações emergenciais para melhorar o escoamento do fluxo de veículos na região. Para viabilizar esse planejamento, foi publicado no Diário Oficial o autorizo para requisição administrativa de áreas privadas no entorno do local do incidente, caso seja necessário para implementação dos planos viários de contingência. Uma possibilidade, descrita na publicação, é a abertura de uma via paralela à Marginal Tietê.


“Esse desvio não atende às três pistas, mas sim às cinco linhas de ônibus e os motociclistas que trafegam por lá. Ainda hoje será dada a resposta se será necessário o estacamento. Se não houver, a pista será liberada na sexta-feira. Caso contrário, isso acontecerá no dia 11”, explicou o prefeito.

Comments


montadora
bottom of page