top of page

Veja 10 carros que devem bombar nas vendas em 2023


Fonte(Automotive Business)


Fazer previsões para o futuro é bastante arriscado na indústria automotiva. Nos últimos anos, problemas com fornecedores e a pandemia mostraram que quem arrisca um palpite pode se dar bem mal.


Mesmo assim, decidimos fazer uma projeção de 10 modelos que devem vender bem em 2023. A maioria dos palpites está embasada na continuidade do bom desempenho de alguns carros em 2022, mas alguns lançamentos também estão na aposta, especialmente por conta da força das vendas diretas - recurso utilizado com recorrência pelas fabricantes para turbinar o número de emplacamentos de um modelo.


Hyundai HB20

HB20 é campeão de vendas desde 2021 - e assim deve seguir neste ano

Atual líder de vendas entre os automóveis de passeio, o Hyundai HB20 não deve ser destronado tão cedo. De toda maneira, a marca continuará apostando no sucesso de seu hatchback, especialmente nas vendas diretas. É por isso que o HB20 continuará cada vez mais presente em frotas de locadoras e nos serviços de transporte por aplicativo.


Chevrolet Onix

Se o líder HB20 tem tudo para seguir em alta, é natural pensar que o Onix não vai deixar barato. A Chevrolet deve continuar investindo na bem sucedida estratégia de vendas do seu campeão de emplacamentos, seja por meio de vendas diretas ou nas vendas convencionais.


Fiat Strada

Não há como contestar o sucesso da Fiat Strada. Líder das picapes leves nos últimos 22 anos, o modelo foi o carro mais vendido do Brasil em 2022 com mais de 112 mil unidades emplacadas.

Mesmo assim, a Fiat não pretende assistir de camarote à chegada da nova Montana. Além de promover um reposicionamento de preços e versões, a fabricante realizará uma atualização no design da picape lançada em 2020. E mais importante: a Strada ganhará a opção do motor 1.0 turbo de 130 cv nas versões mais caras.


Citroën C3

A Citroën emplacou 10.834 unidades do novo C3 em quatro meses completos de venda - o modelo foi lançado em agosto. Se a média de 2022 foi de 2.708 unidades licenciadas por mês, esse número certamente aumentará neste ano.

Além da tendência de crescimento nas vendas pelo fato de o consumidor já conhecer o produto, a Stellantis deve turbinar os números do novo C3 com as vendas diretas. O carro já aparece nas frotas de locadoras de automóveis e provavelmente estará em frotas de grandes empresas em 2023.

Inclusive, não será surpresa se o hatch compacto aparecer entre os carros mais emplacados do país em determinados meses do ano. Essa prática já é realizada com sucesso pela própria Stellantis com a Fiat, que já colocou Argo e Mobi entre os automóveis mais licenciados do país.


Chevrolet Montana

A nova Montana não deve vender bem apenas pela vontade de alguns consumidores em andar de carro novo por aí. Embora esse grupo responda por uma parcela das vendas iniciais, a Chevrolet certamente investirá forte nas vendas diretas, sobretudo nas versões de entrada LS e LT, ambas equipadas com câmbio manual.

Essa estratégia tão comum na indústria automotiva ajuda a turbinar os emplacamentos de um modelo. Só que nem todas adotam esta prática: a Renault, por exemplo, demorou para “bombar” a Oroch entre frotistas e prestadores de serviço. Caso a Chevrolet não repita esse erro, a nova Montana pode até ultrapassar a VW Saveiro, “eterna” vice-líder do segmento de picapes pequenas.


Jeep Compass

Líder absoluto do segmento de SUVs médios, o Compass não deve perder o primeiro lugar tão facilmente. Para reagir à chegada do Honda ZR-V, a Jeep deve realizar algumas mudanças na gama de versões e equipamentos do modelo.


Peugeot 208

O 208 foi o grande responsável pela guinada da Peugeot no ano passado. Com quase 30 mil unidades emplacadas, o hatch puxou as vendas da marca, que voltou a figurar entre as 10 maiores do país.

Para 2023, a Peugeot deve seguir com foco nas vendas diretas (especialmente junto à locadoras de veículos) e ainda ganhará o bem-vindo reforço da motorização 1.0 turbo de 130 cv, que aposentará o veterano 1.6 16V flex nas versões mais sofisticadas do hatch. Com tudo isso, o 208 deve ter um resultado ainda melhor que o obtido em 2022.


Fiat Pulse

O Pulse teve pouco mais de 50 mil unidades emplacadas em 2022. O SUV da Fiat, inclusive, ficou a menos de mil unidades de ultrapassar o Jeep Renegade, nada menos do que o ex-líder da categoria de crossovers compactos.

A estreia do Pulse Abarth deve acrescentar mais algumas unidades à conta em 2023, ainda que de forma bastante discreta. Independentemente disso, a Fiat continuará investindo em um de seus campeões de venda.


VW Polo Track

Eis a maior aposta entre os 10 modelos desta lista. Embora seja improvável repetir o sucesso do Gol, o Polo Track deve ter um bom desempenho em seu ano de estreia no país. Quem apostar em um volume expressivo por conta das vendas diretas, uma vez que a Volkswagen fecha acordos grandes com locadoras de veículos, pode se dar bem.


Chevrolet Tracker

O Tracker encerrou 2022 com motivos de sobra para comemorar. O modelo foi o campeão de vendas entre os SUVs compactos, com mais de 70 mil unidades, e abriu uma confortável margem superior a 5 mil unidades para o vice-líder VW T-Cross. A tendência é que o modelo da Chevrolet continue em alta neste ano, especialmente nas versões mais baratas.

Comentarios


montadora
bottom of page