Vendas de carros megaluxuosos cresceram em 2021


[Fonte: Web Motors]

Rolls-Royce, Bentley e Lamborghini comemoram resultados recordes e já têm fila de espera para este ano

Aquela história do rico cada vez mais rico é mais real do que nunca. A Rolls-Royce registrou o melhor ano de vendas de sua história em 2021, com 5.586 carros negociados, de acordo com dados da empresa. E não foi só a RR: o mercado de carros megaluxuosos também cresceu para a Bentley, que emplacou 14.659 veículos no mesmo período – crescimento de 31% em relação a 2020.

E a Lamborghini também deve comemorar seu melhor ano.

As oscilações na economia mundial acabaram por afetar positivamente essas marcas ao longo de 2021, de acordo com os números divulgados. De acordo com os dados apresentados pela Rolls-Royce, o aumento das vendas em 2021 foi de 49% na comparação com o ano anterior, com vendas recordes na maioria das regiões onde atua, que inclui mercados como a China, Américas e Ásia-Pacífico.


Carros megaluxuosos estão em alta A Lamborghini, outra marca de carros bem caros, entregou 8.405 carros em todo o planeta em 2021, de acordo com comunicado distribuído pela empresa. Isso tudo um ano depois da Lamborghini já ter comemorado um grande recorde em 2020, quando vendeu 7.430 veículos – o aumento nas vendas no ano passado foi de 13% em relação ao período anterior.

Em seu comunicado, a empresa italiana destacou os crescimentos nos seguintes macromercados: América (+14%), Ásia-Pacífico (+14%) e EMEA – Europa, Oriente Médio e África (+12%).


Lamborghini Urus: o SUV é um dos modelos mais vendidos pela marca italiana


A Bentley divulgou que o mercado que apresentou melhor resultado foi o das Américas, onde entregou 4.212 dos 14.659 vendidos em 2021. O número representa crescimento de 39% na região, ante os 3.035 comercializados em 2020. Na China foram vendidos 4.033 Bentley (alta de 40% em relação aos 2.880 de 2020). E o terceiro maior mercado foi a Europa, com 2.520 unidades (alta de 15%)


Estes fabricantes de carros de ultra luxo fazem de tudo possível para fisgar novos clientes e pessoas recém-endinheiradas. Apesar de novos sedãs da Rolls-Royce e da própria Bentley, não há como negar que os SUVs são, hoje, as grandes vitrines das três empresas – falamos do Rolls-Royce Cullinan, do Lamborghini Urus e do Bentley Bentayga.


E não acaba por aí: tanto a Lamborghini quanto a Rolls-Royce afirmam ter fila de espera para o começo deste ano, para carros que ainda sequer foram produzidos – normalmente, pedidos específicos e personalizados feitos por clientes de todo o mundo no “monte o seu” dos sites das marcas.


Ah, claro, também existem casos extremos e que aumentam o número de faturamento dessas empresas, como o Rolls-Royce Boat Tail, o carro mais caro do mundo que teve apenas três unidades fabricadas e custou cerca de R$ 150 milhões cada uma – e que, segundo fontes, uma delas foi parar nas mãos do casal Beyoncé e Jay-Z.