top of page

Vendas de veículos importados crescem 30% em agosto


Total licenciado pelas associadas da Abeifa no acumulado do ano superou 48 mil unidades


Balanço da Abeifa, a associação das empresas importadoras e fabricantes de veículos, mostrou que as vendas das suas associadas cresceram 30% em agosto, na comparação com aquelas realizadas em julho, somando 7 mil unidades. O resultado, ante aquele verificado em agosto do ano passado, no entanto, representou queda de 31%.

No acumulado do ano as associadas Abeifa, ainda segundo o levantamento, venderam no mercado brasileiro 48,9 mil unidades, resultado que representa retração de 24% sobre o volume vendido no acumulado dos oito meses do ano passado.

“Há uma demanda reprimida de veículos importados com mais tecnologia de eletrificação, tanto de 100% elétricos como de híbridos. No entanto, ainda por conta do desabastecimento de insumos, em especial de semicondutores, as nossas matrizes não conseguem nos entregar volumes mais expressivos”, disse João Henrique Garbin de Oliveira, presidente da entidade.

Dentre as marcas associadas da Abeifa que não possuem produção nacional, o maior volume vendido no acumulado do ano foi o da Kia, com 3,3 mil unidades, alta de 3,4% na comparação com igual período em 2021. No caso da marcas que mantêm produção local, o maior volume foi o da Caoa Chery, 24 mil unidades, leve crescimento de 0,7% na mesma base.

Comentários


montadora
bottom of page